1
Shares
Pinterest Google+

Na próxima rodada, o Ituano enfrenta o São Bento na quinta-feira, às 15h, no estádio Novelli Júnior. No mesmo dia, às 16h45, o Guarani visita o Botafogo no Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Gabriel Mesquita saiu muito mal do gol e acabou sendo surpreendido por um toque de cabeça de Léo Santos: 1 a 0. Foto: Renato César Pereira/CP

O Ituano estreou no Campeonato Paulista com vitória por 3 a 0 sobre o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa, nesta segunda-feira. O resultado aumentou um jejum do time campineiro, que ainda não venceu em 2021. São oito jogos e seis derrotas consecutivas. O duelo foi marcado por erros primários defensivos dos donos da casa.

Com o resultado, o Ituano começou na liderança do Grupo C, com três pontos, seguido por Novorizontino e Red Bull Bragantino, ambos com um. O Palmeiras ainda não entrou em campo na competição. Já o Guarani não pontuou no Grupo D, que tem ainda Mirassol (três), Santos (um) e São Caetano, que também não jogou.

O começo do Ituano foi alucinante. O time contou com seguidas falhas defensivas do Guarani para abrir 2 a 0 em apenas sete minutos. Logo de cara, em jogada ensaiada, Fillipe Soutto cobrou escanteio para trás. Jeferson dominou e cruzou para dentro da área. Gabriel Mesquita saiu muito mal do gol e acabou sendo surpreendido por um toque de cabeça de Léo Santos: 1 a 0. O segundo saiu na sequência. Após nova falha do Guarani, Branquinho tocou para Gabriel Taliari, que cortou o defensor e mandou no fundo das redes.

Atrás do placar, o time mandante só foi responder aos 30. Bidu lançou Mateus Ludke, que ajeitou na medida para Rafael Costa. O atacante pegou mal na bola e isolou. O Ituano optou por não se arriscar, se fechou e anulou os espaços do Guarani, que pouco conseguiu criar. A equipe visitante ainda arriscou em chute de Jeferson, da entrada da área, que passou perto do gol.

Na etapa final, o Guarani cometeu os mesmos erros de antes e acabou levando o terceiro com apenas dez segundos de bola rolando. Bidu foi virar o jogo e deu de presente para Bruno Lopes. O atacante avançou em liberdade e deu um belo toque de cobertura sobre o goleiro Gabriel Mesquita.

O gol “acabou” com o duelo. O Ituano ficou apenas administrando a vantagem, enquanto o Guarani se entregou por completo. O time campineiro não conseguiu pressionar e aceitou facilmente a derrota nesta segunda-feira.

Na próxima rodada, o Ituano enfrenta o São Bento na quinta-feira, às 15h, no estádio Novelli Júnior. No mesmo dia, às 16h45, o Guarani visita o Botafogo no Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 X 3 ITUANO

GUARANI – Gabriel Mesquita; Mateus Ludke (Éder Sciola), Romércio, Airton e Bidu; Bruno Silva (Marcelo), Índio (Renanzinho) e Tony (Caio); Pablo, Bruno Sávio (Rodrigo Andrade) e Rafael Costa. Técnico: Allan Aal.

ITUANO – Edson; Jeferson, Suéliton, Léo Santos e Breno Lopes; Tárik (Bruno Lima), Fillipe Soutto e Branquinho (Fernandinho); Iago (Kadu Barone), Bruno Lopes (Victor Rangel) e Gabriel Taliari (André Castro). Técnico: Vinícius Bergantin.

GOLS – Léo Santos, aos cinco, e Gabriel Taliari, aos sete minutos do primeiro tempo. Bruno Lopes, aos dez segundos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Adriano de Assis Miranda.

CARTÕES AMARELOS – Bidu (Guarani); Jeferson (Ituano).

LOCAL – Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Com informações do Jornal O Estado de SP

Previous post

Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda começa hoje

Next post

Campinas volta à Fase Vermelha a partir desta quarta-feira, 3

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *