1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Interdição de 3km no trecho entre o Galleria Shopping e o entroncamento com a rodovia Governador Adhemar de Barros (SP-340) será válido até o fim do ano

O bloqueio na pista expressa é necessário para a demolição das antigas estruturas dos viadutos nos trevos Galleria e Carrefour, além do alargamento e recuperação de outros três viadutos – Foto: Divulgação/Rota das Bandeiras

A Concessionária Rota das Bandeiras, empresa responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias, fará a interdição de um trecho de 3km da rodovia D. Pedro I (SP-065), em Campinas, a partir das 14 horas desta quinta-feira, dia 2. Para a execução da última etapa das obras de remodelação e adequação dos trevos Galleria e Carrefour, que também contempla a recuperação e o alargamento de outras três estruturas, será necessário o bloqueio total da pista expressa, entre os km 131 e 134, no trecho entre o Galleria Shopping e o entroncamento com a rodovia Gov. Adhemar de Barros (SP-340), a Campinas-Mogi.

Durante o período de obras, todo o tráfego na região será desviado para as pistas marginais. O cronograma inicial da Concessionária prevê que esse pacote de obras será concluído em dezembro/2019. A Rota das Bandeiras fará o investimento total de R$ 40,3 milhões nestas obras. Nesta quinta-feira, o desvio será na pista norte (sentido Anhanguera). O mesmo irá ocorrer na pista sentido Jacareí, no próximo dia 14.

Na última segunda-feira, a Concessionária fez a interdição de uma alça da pista marginal para a expressa, no km 131. A medida era necessária para a mudança que ocorrerá nesta quinta-feira e não gerou reflexos no trânsito. O desvio válido a partir desta quinta, contudo, irá gerar lentidão na via.

“A obra irá causar impacto no tempo de percurso dos motoristas, sobretudo em horários de pico, e o tempo de viagem dos ônibus do transporte público também vai aumentar. A previsão da Concessionária é de que o tempo médio de deslocamento no trecho aumente em 20 minutos. Por isso, peço antecipadamente desculpas e a compreensão aos usuários. Mas vale ressaltar que esta é uma intervenção indispensável para conclusão das obras de melhoria na rodovia. A partir do final do ano, o usuário vai encontrar condições ainda mais seguras e confortáveis para realizar sua viagem neste trecho da D. Pedro I”, explica o gerente de Comunicação da Rota das Bandeiras, Stephan Campineiro.

Por conta da complexidade do desvio – o mais importante desde o início da Concessão, em 2009 – a Concessionária fez reuniões durante todo o mês de abril com moradores e responsáveis pelos principais empreendimentos da região, além de órgãos responsáveis pelo transporte público, como Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) e EMTU (Empresa Metropolitana de Transporte Urbano). A intervenção tem aprovação da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

O bloqueio na pista expressa é necessário para a demolição das antigas estruturas dos viadutos nos trevos Galleria e Carrefour, além do alargamento e recuperação de outros três viadutos – Foto: Divulgação/Rota das Bandeiras

A região reúne importantes polos geradores de tráfego e tem um volume médio diário de 125 mil veículos. Para minimizar os transtornos aos usuários da região e garantir a execução das obras no menor tempo possível, haverá cinco equipes de trabalho, uma específica para cada intervenção, com trabalhos em dois turnos, inclusive à noite.

“Iniciamos o planejamento para esta intervenção ainda no ano passado. Foram analisadas diversas possibilidades, com estudos de microssimulação do tráfego. Nosso foco primordial é a segurança dos usuários e dos operários. Toda a região recebeu sinalização especial, inclusive para o período noturno, e reiteramos a necessidade de respeitar o limite de velocidade no trecho, que será reduzido para 60 km/h neste trecho das marginais”, diz o diretor de Engenharia da Concessionária, Silvio Godoy.

Quando concluídos, os novos dispositivos trarão mais segurança e conforto aos usuários, com ampliação das rotas de acesso aos bairros e eliminação dos pontos de lentidão na rodovia. A remodelação dos trevos são obras complementares à construção das marginais da D. Pedro I. A rodovia tem passado por uma transformação nos últimos anos para atender à demanda de tráfego da região.

O novo trevo do Carrefour, no km 133, será alargado e terá capacidade para veículos de grande porte, facilitando o deslocamento na região do Parque Imperador. Já o trevo Galleria, no km 131, passará a ter todos os movimentos contemplados, conectando os dois sentidos da rodovia à avenida Carlos Grimaldi, criando uma nova rota à região do Taquaral.

Os motoristas que desejarem mais informações sobre a obra poderão entrar em contato com a Rota das Bandeiras por meio do telefone 0800-770-8070. A ligação é gratuita e o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) funciona 24 horas.

A remodelação dos trevos são obras complementares à construção das marginais da D. Pedro I – Arte: DIvulgação/Rota das Bandeiras

 

Post Anterior

Maio terá bandeira amarela na tarifa de energia elétrica

Próximo Post

Maestro português Bruno Borralhinho rege concerto da Sinfônica de Campinas

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *