Home»Agenda Cultural»Quinteto de Sopros da Orquestra Sinfônica da Unicamp apresenta-se em Sousas-SP e na Adunicamp

Quinteto de Sopros da Orquestra Sinfônica da Unicamp apresenta-se em Sousas-SP e na Adunicamp

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O Quinteto de Sopros da Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) apresenta o concerto “Sem Fronteiras“, em Sousas-SP,  dia 30 de abril, às 20 horas, na Igreja Sant´Ana. O grupo volta a se apresentar no dia 2 de maio, às 20 horas, na Associação de Docentes da Unicamp (Adunicamp). As entradas são livres e abertas ao público em geral.

O Quinteto de Sopros é uma das formações camerísticas da Orquestra Sinfônica da Unicamp. Para este programa, o quinteto conta com os seguintes integrantes: Rogério Peruchi (flauta), João Carlos Goehring (oboé), Eduardo Freitas (clarinete), Bruno Demarque (trompa) e Francisco Amstalden (fagote).

O concerto “Sem Fronteiras” traz à tona um paralelo entre a geografia e o tempo, onde compositores de épocas e lugares diferentes dialogam entre si através de sua música, criando o equilíbrio entre relembrar o passado e o projetar/apontar para o futuro. No repertório, obras de compositores do século XX feitas para essa formação.

A Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) é um corpo artístico profissional, mantido pela Universidade Estadual de Campinas, que está vinculado ao Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural da Unicamp (CIDDIC). Fundada em 1982, a OSU realiza concertos, óperas, gravações, espetáculos multimídia, programas de educação e formação de público, música de câmara, atuando paralelamente como laboratório de pesquisa em criação e performance musical. Seus projetos também incluem o Fórum Gestão Orquestral e Compromisso Social, que tem por objetivo a atualização de líderes e gestores do meio sinfônico, e o Projeto Identidade, Música e Arquitetura, em parceria com o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), que leva música e história aos prédios e espaços públicos da cidade de Campinas.

Em 2010, lançou o seu primeiro CD, intitulado “Novos Universos Sonoros”, com patrocínio da Petrobras, que reúne obras inéditas de compositores brasileiros, escri tas para orquestra e grupos de câmara. Gravou, em 2013, o CD “Panorama da Música Brasileira Vol. 1” e, em 2018, o CD “Teuto-brasileiro”, contemplado pelo edital FICC. Em parceria com o Ópera Estúdio Unicamp, o Coral Contemporâneo de Campinas e Coral Unicamp Zíper na Boca, fez a montagem das óperas “As Bodas de Fígaro” (2014), “Don Giovanni” (2015), “O Empresário” (2016) e a “Flauta Mágica” (2017), de W. A. Mozart, e ainda pilares do repertório romântico, como “O Elixir do Amor” (2016) de Gaetano Donizetti e “La traviata” (2018) de Giuseppe Verdi. Paralelamente a obras do repertório lírico tradicional, a OSU também realizou a estreia da ópera multimodal “Descobertas” de Jônatas Manzolli, em 2016, e a montagem da ópera barroca “Les Plaisirs de Versailles”, contemplada no edital FICC em 2012. Com a produção da “A Flauta Mágica” em 2017, a OSU realizou a primeira ópera com recursos de acessibilidade da Região Metropolita na de Campinas.

SERVIÇO
Quinteto de Sopros da OSU: Sem Fronteiras
30 de abril, terça-feira, 20h
Igreja Sant´Ana
R. Siqueira Campos, 90 – Sousas, Campinas-SP

02 de maio, quinta-feira, 20h
Adunicamp (Unicamp)
Setor Universitário 851, Av. Érico Veríssimo 1479, Cidade Universitária “Zeferino Vaz”, Campinas SP

Mais informações pelo telefone 19-3521-6506 ou e-mail  osu@unicamp.br

Post Anterior

Nova etapa da Campanha contra a Gripe começa nesta segunda-feira

Próximo Post

Skafandros Orkestra faz turnê pelo interior de São Paulo

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *