Home»Variedades»Parques nacionais registram recorde de visitação

Parques nacionais registram recorde de visitação

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Aumento é verificado em áreas de conservação natural de norte a sul do Brasil, confirmando o interesse crescente do brasileiro pelo turismo de natureza

A paisagem exuberante dos Lençóis Maranhenses (MA). – Foto: Biaman Prado/Banco de Imagens MTur Destinos

Destinos de ecoturismo, tradicionalmente apreciados por turistas estrangeiros, caíram no gosto dos brasileiros também. É o que mostram os números de visitação dos parques nacionais do Iguaçu (PR), dos Lençóis Maranhenses (MA) e da Chapada dos Veadeiros (GO), que registram recorde de visitantes.

Antes mesmo do término do ano, as Cataratas do Iguaçu quebraram o recorde anual de visitação. Às 10h21 desta terça-feira (18), a mineira Miriam Bourguignon foi a visitante de número 1.788.923 do ano, superando a marca de 1.788.922 visitantes, que pertencia ao ano de 2017. O parque, que tem contagem online dos visitantes, recebeu a família de Ipatinga (MG) pela segunda vez, depois de 16 anos da primeira viagem a Foz do Iguaçu.

Segundo o gestor do Parque Nacional do Iguaçu, Fernando Sivelli, o crescimento da visitação na unidade demonstra que a terceirização dos serviços turísticos prestados ao visitante está no caminho certo. “As pessoas querem boas experiências. E aqui no Parque Nacional do Iguaçu elas têm oportunidade de contato com a natureza, com serviços de excelência em um trabalho conjunto de referência do governo com a iniciativa privada”, afirmou.

Já o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, em Barreirinhas (MA), contabiliza até o momento 107 mil visitantes ao longo de 2018, 46% a mais que os 73 mil registrados no ano passado. O parque terá serviços de apoio ao turismo concedidos à iniciativa privada com o lançamento de edital de concessão previsto para o início de 2019.

A Chapada dos Veadeiros é uma região de cerrado no nordeste do estado de Goiás abrangendo cinco municípios: Alto Paraíso, Cavalcante, Colinas do Sul, São João D’aliança e Teresina com área total de 15.267 km². Abriga o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, reconhecido como Patrimônio Natural Mundial pela UNESCO, e a Área de Proteção Ambiental de Pouso Alto onde se localiza o ponto mais alto do planalto central com 1676 metros de altitude e as nascentes mais altas da bacia do Rio Tocantins. Alto Paraíso de Goiás (GO). Foto: Beto Garavello

Enquanto isso, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO) comemora o aumento do público de 67 mil pessoas, em 2017, para 70 mil. Com contrato assinado nesta terça-feira (18) para a concessão de serviços turísticos à iniciativa privada na Chapada, o parque deve receber melhorias de R$ 14 milhões em infraestrutura turística, além de atividades, produtos e serviços de apoio ao visitante.

“Onde tem concessão, tem serviços para o turista, qualidade de oferta e tem também preservação e valorização do nosso patrimônio natural, que é o mais competitivo do mundo segundo o Fórum Econômico Mundial. Ganha o visitante e ganha o meio ambiente”, avalia o ministro do Turismo, Vinícius Lummertz.

As unidades nacionais de conservação do Brasil, incluindo os parques nacionais, apresentaram no ano passado um crescimento de 20% no fluxo turístico em relação à 2016, registrando um total de 10,73 milhões de visitantes. Essa movimentação contribuiu para a geração de 80 mil empregos e injeção de R$ 2 bilhões nas economias dos municípios de acesso às UCs. Deste valor, R$ 613 milhões foram registrados pelo setor de hospedagem e R$ 432 milhões pelo setor de alimentação.

Com informações do Ministério do Turismo

Post Anterior

Iguatemi Campinas oferece 35 novas marcas para os clientes neste Natal

Próximo Post

14 bandas se apresentam no "Rock na Concha" neste fim de semana

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *