Home»Cotidiano»Cantareira está com nível de água mais baixo do que em maio pré-crise de 2014

Cantareira está com nível de água mais baixo do que em maio pré-crise de 2014

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+
Represa do Rio Cachoeira, em Piracaia/SP – Foto: Renato César Pereira

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O sistema Cantareira se prepara para entrar no período mais seco do ano em situação pior do que se encontrava antes da crise da água de 2014. A recomendação é para que a população evite desperdício.

No último dia 31, restavam 453 bilhões de litros de água. Em maio de 2013, antes do início da crise, havia 581 bilhões de litros para enfrentar o inverno e parte da primavera até a chegada das chuvas.

Como comparação, no mesmo dia em 2017, o sistema tinha 664 bilhões de litros.

Em maio, a chuva acumulada foi de 13,7 mm, um sexto do que costuma chover neste mês segundo média histórica.

O Cantareira tem recebido 13,7 metros cúbicos de água por segundo, enquanto a Sabesp distribui 24,4 metros cúbicos por segundo para a população. Ao invés de encher, é como se perdesse quase 11 metros cúbicos por segundo, água suficiente para abastecer a zona leste da capital.

Os demais reservatórios também estão com menos água do que estavam em maio de 2013.

A Sabesp afirma que possui um sistema mais robusto, com mais interligações e maior capacidade de tratamento de água do que antes da crise hídrica. Cita a interligação Jaguari-Atibainha, que permite transferir água entre duas bacias distintas, e diz que, no sentido do Cantareira, pode enviar até 162 bilhões de litros de água por ano, volume equivalente a uma represa Guarapiranga cheia.

Post Anterior

Fogos de artifício causaram 5 mil internações em 10 anos, diz estudo

Próximo Post

Servidores de universidades paulistas decidem manter greve

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *