Home»Cotidiano»Campinas vence Sampaio em casa e conquista o título da Liga de Basquete Feminino

Campinas vence Sampaio em casa e conquista o título da Liga de Basquete Feminino

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+
É campeão! Campineiras erguem o troféu – Foto: Pedro Teixeira/LBF

O Campinas conquistou neste domingo o título da Liga de Basquete Feminino (LBF). A equipe do interior paulista bateu o Sampaio Basquete, do Maranhão, por 66 a 59, no ginásio da Ponte Preta, em Campinas, no Jogo 5 da finais.

O campeonato veio de maneira dramática. Na série melhor de cinco confrontos da decisão, o Campinas ficou atrás duas vezes. E, no jogo do título, neste domingo, a equipe maranhense chegou a abrir vantagem de 12 pontos no terceiro quarto.

Mas, com ótima atuação de Melisa Gretter, o time campineiro fez 20 pontos em 10 minutos, virou o jogo e levantou a taça do campeonato nacional, fazendo prevalecer o time de melhor campanha da primeira fase da competição.

Ao lado do Presidente da LBF, Ricardo Molina, Babi e Karla sinalizam o quinto título da LBF CAIXA de cada uma – Foto: Pedro Teixeira/LBF

A armadora argentina, de 25 anos, fez 25 pontos e foi eleita a MVP (jogadora mais importante) das finais. A jogadora é bicampeã da competição, já que na última temporada atuou por Americana, assim como boa parte das companheiras de clube. A estrangeira teve ajuda importante de Ariadna e Babi, autoras de 15 pontos cada uma, para conquistar o troféu para Campinas.

Babi, inclusive, pegou 11 rebotes e meteu três bolas de três pontos para virar o jogo para Campinas, a menos dois minutos do fim da partida, para delírio dos torcedores que lotaram o ginásio. Ela é, ao lado da experiente ala Karla, de 39 anos, também do Campinas, a maior vencedora da LBF, com cinco títulos.

Sampaio ficou muito próximo do Bi, mas acabou ficando no segundo lugar do pódio – Foto: Pedro Teixeira/LBF

Karla, por sinal, se emocionou na comemoração deste novo troféu. “O meu choro é de felicidade, é de pensar que eu limpei e pintei esse ginásio, ao lado do Vendra (Antonio Carlos Vendramini, técnico), do Marcos (Marcos Strapasson, preparador físico) e da Beth (Elizabeth Carcavalli, assistente). Começamos do zero esse projeto, foram 20 jogos invictos. Eu dei tudo o que podia dentro de quadra e fora por esse grupo. Nós merecíamos esse título”, ressaltou a jogadora.

O técnico Antonio Carlos Vendramini faturou o seu quarto título, sendo o maior vencedor entre os treinadores. A cubana Ariadna, que termina a temporada como a maior cestinha em pontos totais, também chegou ao quarto troféu da Liga.

 

Com informações da Agência Estado

Post Anterior

Relegada em vida, Hilda Hilst chega ao auge de sua fama com homenagem na Flip

Próximo Post

Campinas tem 12º ataque a ônibus em uma semana

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *