Home»RMC»Feriado prolongado de Finados tem a passagem de 690 mil veículos pelo Corredor Dom Pedro

Feriado prolongado de Finados tem a passagem de 690 mil veículos pelo Corredor Dom Pedro

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Concessionária Rota das Bandeiras registrou 27 acidentes em cinco dias de Operação Especial

 

Movimentação de veículos na Rodovia Dom Pedro I (SP 065), Km 139, em Campinas-SP - Foto: Renato César Pereira
Movimentação de veículos na Rodovia Dom Pedro I (SP 065), Km 139, em Campinas-SP – Foto: Renato César Pereira

 

A Concessionária Rota das Bandeiras registrou a passagem de 690.506 veículos pelo Corredor Dom Pedro de rodovias durante o feriado prolongado de Finados. O volume foi registrado entre a 0h de quarta-feira (1) e o fim da noite de domingo (5), período em que a Concessionária realizou uma Operação Especial.

Foram registrados 27 acidentes, com 16 feridos e duas mortes. Um acidente fatal foi registrado na rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), em Paulínia, na quarta-feira, e outro na D. Pedro I (SP-065), em Jacareí, no sábado.

O retorno do feriado teve trânsito tranquilo, com o fluxo de veículos diluído durante o domingo (5).

Somente pela D. Pedro I, a Concessionária registrou a passagem de 471 mil veículos. A rodovia é utilizada pelos motoristas da Região Metropolitana de Campinas (RMC) no trajeto para as praias do Litoral Norte. 

A rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), que liga Campinas a Mogi Guaçu, teve fluxo de 108 mil veículos. Pela Eng. Constâncio Cintra (SP-360), entre Itatiba e Jundiaí, foram pouco 89 mil usuários. Por fim, a Romildo Prado (SP-063), que liga Itatiba a Louveira, registrou um total de 22 mil veículos.

Durante os cinco dias de Operação Especial, guinchos e ambulâncias foram posicionados em pontos estratégicos para tornar o atendimento mais rápido em casos de socorros médicos e mecânicos.

Post Anterior

Instituto Biológico festeja hoje 90 anos de pesquisas para o agronegócio

Próximo Post

Receita divulga nota para detalhar alterações em norma do IR da pessoa física

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *