Home»Esporte»Chapecoense vence, se afasta do risco de rebaixamento e complica Ponte Preta

Chapecoense vence, se afasta do risco de rebaixamento e complica Ponte Preta

0
Shares
Pinterest Google+
A Ponte Preta foi até a Arena Condá para enfrentar a Chapecoense e foi derrotada por 1×0. – Foto: Ponte Press

 

A Chapecoense levou a melhor sobre a Ponte Preta no confronto direto contra o rebaixamento. O time catarinense venceu por 1 a 0 na Arena Condá, em Chapecó, em duelo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado levou o time anfitrião aos 31 pontos e encerrou o tabu de nunca ter vencido a Ponte Preta na competição nacional. Até este confronto, a equipe catarinense amargava três derrotas e dois empates. O time de Campinas está com 28 pontos e corre o risco de terminar a rodada na zona de rebaixamento.

O primeiro tempo foi bastante estudado, mas com poucas emoções. A Chapecoense teve um ligeiro domínio, mas a falta de ofensividade do time chegou a irritar os torcedores em muitos momentos. Os mandantes só conseguiram chegar ao gol após uma falha do goleiro João Carlos. O volante Lucas Marques arriscou da intermediária e o goleiro espalmou para dentro do gol.

Na segunda etapa, o técnico Eduardo Baptista tentou realizar algumas alterações táticas, mas o grande problema continuou sendo a criação. A Ponte teve espaço para trocar passes, contudo, não conseguiu ser vertical. As principais chances saíram em bola aérea. Já a Chapecoense teve a chance de ampliar aos 27 minutos. O atacante Penilla saiu na cara do gol e chutou em cima do goleiro João Carlos.

No próximo sábado, às 16 horas, a Chapecoense enfrenta o Vasco no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. A Ponte Preta receberá o Flamengo, na segunda-feira, às 20 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 1 X 0 PONTE PRETA

CHAPECOENSE – Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro, Lucas Marques (Elicarlos) e Lucas Mineiro; Alan Ruschel (Penilla), Wellington Paulista e Artur (Túlio de Melo). Técnico: Emerson Cris.

PONTE PRETA – João Carlos; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Fernando Bob, Jadson (Léo Arthur) e Wendel (Claudinho); Felipe Saraiva (Jeferson), Léo Gamalho e Lucca. Técnico: Eduardo Baptista.

GOL – Lucas Marques, aos 42 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Jean Pierre Goncalves Lima (RS).

CARTÕES AMARELOS – Lucas Marques, Lucas Mineiro, Reinaldo e Moisés Ribeiro (Chapecoense); Marllon, Fernando Bob e Danilo Barcelos (Ponte Preta).

RENDA – R$ 204.970.

PÚBLICO – 9.980 torcedores.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).

Com informações da Agência Estado

Previous post

Código de Trânsito faz 20 anos, mas acidentes fatais ainda geram preocupação

Next post

No Brasil, 45% da população ainda não têm acesso a serviço adequado de esgoto

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *