Home»Educação, Pesquisa e Inovação»Publicação da Fiocruz lidera ranking de melhor revista científica da AL

Publicação da Fiocruz lidera ranking de melhor revista científica da AL

0
Shares
Pinterest Google+

A revista científica Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), alcançou a liderança na América Latina entre as revistas científicas avaliadas no ranking da Thomson Reuters, que avalia a relevância de publicações científicas em todo o mundo.

Com índice de 2.605, o periódico é o mais citado entre as publicações de países latino-americanos em 2016, superando a marca de seis mil referências publicadas em artigos científicos. Quando comparada com outras revistas do mundo, a publicação também é destaque na área de medicina tropical, com o quarto maior fator de impacto, e o sétimo lugar em número de citações.

De acordo com a editora-chefe da publicação, a pesquisadora Claude Pirmez, o resultado é histórico. “É o mais positivo já alcançado pela revista. Sem dúvida é resultado de uma rede de pessoas que se empenham no processo crescente de internacionalização da revista, de aperfeiçoamento de seus protocolos de garantia da ética na publicação e da editoria criteriosa para os artigos que são publicados”, comentou.

Já entre os periódicos da área de parasitologia, a revista aparece entre as 12 mais citadas e de maior fator de impacto. “Existe um componente recente com papel fundamental para esse resultado, o protocolo de fast track, que consiste na publicação acelerada, em até 24 horas após a submissão, de artigos em temas críticos da saúde pública, como foi adotado para a zika, a chikungunya e, no início de 2016, da febre amarela”, explicou Claude. “Tudo isso, é claro, sem abrir mão da gratuidade para acesso e para publicação, que é um dos alicerces da revista”.

Criada pelo cientista, médico, bacteriologista, epidemiologista e sanitarista brasileiro Oswaldo Cruz em 1909, a revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz tem digitalizado o acervo de todas as publicações, com acesso e publicação gratuitos. A submissão online de artigos conta com o sistema DOI, um identificador internacional de artigos científicos, que confere mais credibilidade ao conteúdo. Todo o material publicado em suas páginas pode ser acessado pelo site memorias.ioc.fiocruz.br .

Recentemente, todos os artigos também estão acessíveis nos bancos de dados do Scielo e do Pubmed, permitindo o acesso de pesquisadores de todo o mundo.

Fator de impacto

O número total de citações e o cálculo do fator de impacto levam em consideração as referências ao periódico presente na base de dados Journal Citation Reports, organizada pela Thomson Reuters. O fator de impacto é calculado dividindo as citações à publicação pelo número total de itens citáveis, incluindo artigos e revisões, publicados no periódico nos últimos dois anos.

Com informações da Agência Brasil

Previous post

Feiras de Economia Solidária ganham 60 novos empreendedores

Next post

17ª Parada do Orgulho LGBT ocorre neste domingo, 25 de junho

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *