Home»Cultura»Música, teatro e poesia nos próximos concertos da Sinfônica de Campinas

Música, teatro e poesia nos próximos concertos da Sinfônica de Campinas

0
Shares
Pinterest Google+
Orquestra Sinfônica de Campinas – Foto: PMC

Um programa especial com música, teatro e poesia. Os próximos concertos da Orquestra Sinfônica de Campinas prometem a exuberância de sons e palavras em um repertório com obras de Franz Liszt (Os Prelúdios, S.97), Camille Saint-Saëns (Dança Macabra) e uma seleção de trechos da famosa peça “Peer Gynt”, do compositor Edvard Grieg, com solo da soprano Taís Bandeira e narração da jornalista Roberta Campos. Os concertos, sob a a regência de Victor Hugo Toro, acontecem no Teatro Castro Mendes no sábado, 3, às 20h, e domingo, 4, às 11h.

Soprano vencedora dos concursos Maria Callas, Aldo Baldin e Carlos Gomes Jovens Solistas, a cantora Taís Bandeira teve sua formação vocal orientada por Martha Herr e Benito Maresca. Excursionou com a Casa da Ópera pelo estado de São Paulo cantando as óperas Carmen, Madame Butterfly, La Traviata e La Bohème. Cantou em Portugal e nos Estados Unidos com Placido Domingo. Em Tóquio, se apresentou para uma plateia de mais de cinco mil pessoas e foi protagonista do Brazil Inside Out, programa de TV da BBC de Londres. Criou e produziu os espetáculos Festa de Santo, Afro Brasil, Águas Negras e Iemanjânica, recebendo o troféu Força da Raça por sua pesquisa e difusão da música afro brasileira. É professora titular da cadeira de canto e ópera da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG). Atualmente desenvolve a pesquisa de doutorado sobre as Heroínas de Carlos Gomes, está ministrando a Oficina de Heróis e Heroínas na graduação da Unicamp e está gravando seu primeiro EP de Metal Opera Rock .

A narradora dos concertos, jornalista Roberta Campos, nasceu em Resende (RJ). Formada em jornalismo, veio para Campinas em 2004. Trabalhou na TVE-RJ, TV Bandeirantes em Campinas, TV TEM (afiliada da Globo) em Sorocaba e Jundiaí e há sete anos é repórter na EPTV Campinas. Atualmente apresenta o Em Cena e o quadro culinário Hora do Rancho. É também professora universitária.

Obras

Os concertos têm início com o mais conhecido dos “Prelúdios”, de Liszt. Sua estrutura é de uma obra independente, em um único movimento solto. Recebe a característica de um poema por sua escrita poética e por possuir um imaginário descritivo.

Na sequência, os músicos interpretam “Dança Macabra”, de Saint-Saëns. “No início da obra, ouvimos o intervalo que foi historicamente associado ao ‘intervalo do diabo’ por sua complexa dissonância, que é apresentado pelo violino solo: o trítono. Podemos assim, associar a um chamado do acordar dos mortos que, após se levantarem, iniciam suas festas à meia-noite. Muitos filmes silenciosos utilizavam esse poema sinfônico como acompanhamento em cenas de horror. Apesar do tema fúnebre, a obra possui uma energia vibrante e não descarta seu caráter de dança”, informa o musicólogo Leonardo Augusto Cardoso de Oliveira.

Para completar as apresentações, a seleção de trechos de “Peer Gynt”, peça de teatro do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen e musicada pelo compositor Edvard Grieg. Ibsen foi um dos mais significativos escritores do modernismo norueguês e retratava a realidade da sociedade naquele momento. Os trechos apresentados serão narrados e contextualizados de acordo com o drama de Ibsen.

Programa

“Poesia, Teatro e Música”

FRANZ LISZT (1811-1886)

Os Prelúdios, S.97

CAMILLE SAINT-SAËNS (1835-1921)

Dança Macabra, Op.40

EDVARD GRIEG (1843-1907)

Seleções de“Peer Gynt” Op. 23

Serviço

Orquestra Sinfônica de Campinas

Victor Hugo Toro, regente

Taís Bandeira, solista (soprano)

Roberta Campos, narradora

Quando:

sábado, 3 de junho, 20h

domingo, 4 de junho, 11h

Onde:

Teatro Castro Mendes (Praça Correa de Lemos, s/n. Vila Industrial. Campinas). Telefone (19) 3272-9359.

Ingressos:

sábado – R$30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados), R$ 10,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências), R$ 5,00 (estudantes das redes municipal e estadual).

domingo – valor promocional: R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (meia entrada); R$ 2,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências); R$ 1,00 (estudantes das redes municipal e estadual).

Classificação indicativa:

6 anos.

Previous post

Crack ameaça 558 das 645 cidades de SP

Next post

MIS Campinas recebe exposição fotográfica sobre Israel

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *