Home»RMC»Rio Piracicaba tem vazão acima da média para julho

Rio Piracicaba tem vazão acima da média para julho

0
Shares
Pinterest Google+
Rio Piracicaba registra atualmente vazão de 75 m3/s e 1,70 metro de profundidade - Foto: Renato César Pereira
Rio Piracicaba registra atualmente vazão de 75 m3/s e 1,70 metro de profundidade – Foto: Renato César Pereira

Após dois anos de crise hídrica, o rio Piracicaba entrou no mês de julho com vazão superior à média do mês. Em anos anteriores, o volume de água do manancial estava 65% abaixo da série histórica devido à falta de chuvas. De acordo com dados da rede telemétrica do Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) a vazão do Piracicaba está 13% acima do esperado para julho.

Segundo os registros do Posto Meteorológico da Esalq (Escola Superior da Agricultura Luiz de Queiroz), não chove há um mês em Piracicaba. No entanto, apenas entre os dias 1º e 7 de junho, choveu 171,1 milímetros, a maior quantidade de precipitações para o mês em 33 anos. Com esse volume de chuvas, atípico para junho, o rio Piracicaba chegou a transbordar e conseguiu manter uma vazão boa agora.

Para a professora de ecologia da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Silvia Gobbo, a situação é favorável, mas não é satisfatória. “Não estamos com folga. Recuperou um pouco com as chuvas, mas já estivemos em situações muito melhores. Tivemos dois anos de pouquíssimas chuvas e agora um bom volume em junho”, afirmou. Silvia lembrou que o sistema Cantareira já chegou a operar com 74,9% do volume armazenado e hoje conta com uma reserva de 47%. “Chegamos a 19,6% em 2014 e -9% (volume morto) em 2015, então estamos bem melhores. Mas em 2011, por exemplo, o volume era de 90,7%. Se vier outra crise hídrica, como de 2014, não temos reserva. O Cantareira seca e, consequentemente, a bacia do Piracicaba também”, relatou.

Atualmente, o rio Piracicaba está com volume de 75 metros cúbicos por segundo e profundidade de 1,70 metro. No ano passado, no mesmo período, a vazão era de apenas 23,87 metros cúbicos por segundo e um nível de 1,06 metro. “O que devemos nos preocupar é com a recuperação da bacia, que sofreu demais nos últimos dois anos”, disse.

FRENTE FRIA — De acordo com os prognósticos do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), a nebulosidade diminui e, devido à passagem de uma frente fria, as temperaturas devem cair. As mínimas podem chegar a 10ºC e máximas a 25ºC. Não há previsão de chuvas para os próximos dias e, por isso, a umidade relativa do ar pode ficar abaixo dos 30% durante a tarde.

Com informações do Jornal de Piracicaba

 

Previous post

Preço do Uber cai 20% em Campinas

Next post

Prefeitura deixa de pagar artistas

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *