Home»Campinas»Preço de medicamentos pode variar até 1.207,34% em Campinas

Preço de medicamentos pode variar até 1.207,34% em Campinas

0
Shares
Pinterest Google+
Preço de remédio tem grande variação em Campinas - Foto: Arquivo PMC
Preço de remédio tem grande variação em Campinas – Foto: Arquivo PMC

Pesquisa realizada nos dias 9 e 10 maio de 2016 pelo Procon Campinas em conjunto com o Procon-SP revela variação de até 1.207,34% nos preços de medicamentos nos estabelecimentos localizados na cidade. A pesquisa envolveu 10 drogarias distribuídas por diversos bairros, tendo sido pesquisados 65 medicamentos, sendo 34 de referência e 31 genéricos.

O medicamento genérico Nimesulida, 100 mg, 12 comprimidos, teve a maior variação, encontrado em um estabelecimento por R$ 1,77 e em outro, por R$ 23,14. A diferença é de 1.207,34%; R$ 12,46 em valor absoluto.

Entre os medicamentos de referência, a maior diferença ocorre com o Amoxil (Amoxicilina), 500 mg, 21 cápsulas, da Glaxosmithkline, que apresentou variação de 373,17%. O custo variou entre R$ 15,47 e R$ 73,20.

De acordo com a pesquisa, comparando-se os preços médios dos genéricos com os de referência de mesma apresentação, constatou-se que, em média, os medicamentos genéricos são 54,10% mais baratos do que os de referência, o que pode representar uma grande economia ao bolso do consumidor.

Para o diretor do Procon Campinas, Ricardo Chiminazzo, frente a variações tão expressivas, torna-se imprescindível ao consumidor pesquisar antes de efetuar suas compras.

Além de pesquisar os preços entre os estabelecimentos, o consumidor pode consultar a lista de Preços Máximos (PMC) disponível no site da Anvisa (www.anvisa.gov.br). Vale lembrar que as farmácias e drogarias devem disponibilizar suas listas de preços ao consumidor”, afirmou Chiminazzo.

A pesquisa completa realizada pelos Procons, que avalia também a disponibilidade dos produtos nos estabelecimentos, pode ser consultada na página eletrônica do órgão http://www.procon.campinas.sp.gov.br/pesquisa-pre-o-medicamentos.

 

Previous post

Câmara aprova aumentos para 16 categorias de servidores e Judiciário vai ter 41%

Next post

Fundação José Pedro de Oliveira realiza workshop no próximo dia 10

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *