Home»Cultura»Sinfônica da Unicamp anuncia temporada 2016

Sinfônica da Unicamp anuncia temporada 2016

0
Shares
Pinterest Google+

sinfonica1_700

Com a ópera “O Empresário Teatral”, de W. A. Mozart (1756-1791), a Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU), sob a batuta da regente titular, Cinthia Alireti, inicia sua temporada artística nos dias 2 e 3 de março. A programação inclui 35 concertos com repertórios de gêneros distintos, do barroco ao contemporâneo, que serão interpretados em diversos pontos da cidade, além dos teatros. Uma iniciativa inédita entre a Sinfônica da Unicamp e o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) de Campinas irá resultar em apresentações nos patrimônios históricos da cidade em horários diferenciados.

Entre os artistas convidados da temporada, um elenco representativo com os regentes Leonardo Panigada (que atua no emblemático projeto de educação musical venezuelano El Sistema), Karl Martin, Felipe Senna, Paulo Tiné, Knut Andreas, Alessandro Borgomanero, Isaac Kerr, e os solistas Léa Freire (flauta), Lucca Soares, Daniel de Souza Filho e Bruno Demarchi (trompa), Artur Huf (violino), Antônio Del Claro (violoncelo), Emerson di Biasi (viola). O repertório destaca, ainda, participações do Coro Contemporâneo de Campinas, Coral Unicamp Zíper na Boca, Ópera Studio Unicamp, Collegium Vocale Campinas.

A temporada passeia pelo popular e erudito. Com toques de brasilidade e improviso, a flautista Léa Freire irá se apresentar em abril, com obras de sua autoria.

Outra novidade são os concertos temáticos que procuram alinhar os sons e percepções das obras.  Com o tema “Ecos de palhetas e pistões”, o projeto “Identidade, Música e Arquitetura”, em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil, tem início no dia 16 de março. O concerto será na Capela Santa Cruz.  Na Capela da Santa Casa, o “Virtuosismo e religiosidade nas obras de J. S. Bach” será a atração de maio, com regência e solo do violinista Artur Huf. Em junho, ainda dentro do projeto, quem estiver circulando pelo centro da cidade, poderá apreciar os vários grupos de câmara da Sinfônica da Unicamp que estarão interpretando obras em diversos pontos históricos, ao mesmo tempo.

Da série operística, além de “O Empresário Teatral”, de Mozart, a OSU programou “O Elixir de Amor”, de Gaetano Donizetti, em setembro; e “Descobertas”, de Jônatas Manzolli, para outubro, com a participação dos alunos do Departamento de Dança da Unicamp. As apresentações fazem parte da agenda Unicamp 50 Anos.

O encerramento da temporada será voltado ao tema “Lirismo e Religiosidade na obra de Mozart”, com a célebre Missa em Dó Menor, em novembro.

sinfonica2_700

Início da temporada: “O Empresário Teatral”

A ópera “O Empresário Teatral” será apresentada nos dias 2 (Teatro Castro Mendes, às 20h) e 3 (auditório da ​​Faculdade de Ciências Médicas – FCM, às 19h).  A regência é de Cinthia Alireti, com o elenco da Ópera Studio Unicamp (dirigido por Angelo Fernandes) e direção cênica de André Saboya. A mesma montagem será levada em junho, no Teatro do Engenho, em  Piracicaba.

A obra é do gênero “Singspiel” (“peça de teatro cantada”) – uma forma de drama musical em alemão, tida como um subgênero da ópera. Caracteriza-se pelo diálogo falado, alternado com conjuntos, canções, baladas e árias. O texto traz a história de um empresário teatral que pretende fundar uma companhia, mas se vê envolvido com dúvidas artísticas e comerciais. Entre os diversos atores que disputam por um lugar e melhor salário no elenco, duas cantoras se apresentam para o empresário, na expectativa de conseguirem o posto de prima-dona da companhia artística.

Nesta montagem da OSU, a parte teatral foi adaptada pelo diretor cênico André Saboya com momentos picantes da obra do dramaturgo, jornalista e escritor brasileiro Nelson Rodrigues (1912-1980) e da jovialidade da stand-up comedy.

“O Empresário Teatral”, apesar de ser uma ópera de curta duração, já é uma obra madura de Mozart.  Estreou em 7 de fevereiro de 1786, quando o Imperador da Áustria encomendou a seus dois compositores, Salieri e Mozart, pequenas peças. Foi encenada pela primeira vez no Castelo de Schönbrunn, residência de verão da família imperial vienense. O próprio Mozart atuou no espetáculo, interpretando o empresário.

sinfonica3_700

Temporada artística 2016

MARÇO
Abertura da Temporada 2016
Ópera ’’O Empresário Teatral’’ de W. A. Mozart
dia 2 – 20h – Teatro Castro Mendes (Praça Corrêa de Lemos, s/n. Campinas)
Ingressos: R$ 20,00 R$ 10,00 e R$ 5,00 (comunidade acadêmica da Unicamp)

dia 3 – 19h – Auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FCM Unicamp)
Entrada gratuita

Identidade, Música e Arquitetura:
Ecos de palhetas e pistões
dia 16 – 17h – Capela Santa Cruz
dia 17 – 19h – Casa do Lago

 
ABRIL
OSU e Banda: Léa Freire
dia 6 – 20 h – Teatro Castro Mendes
dia 7 – 19h – Casa do Lago
 
MAIO
Identidade, Música e Arquitetura:
O Mensageiro do Outono

dia 4 – (a confirmar)
dia 5 – 19h – Casa do Lago
 
Identidade, Música e Arquitetura:
Virtuosismo e religiosidade nas obras de Bach
dia 18 – 17h – Capela Santa Casa
dia 19 – 19h – FCM (Unicamp)
 
JUNHO
Música e sociedades
dia 8 – 20h – Teatro Castro Mendes
dia 9 – 19h – FCM (Unicamp)
dia 21 – 17h – Festa da Música na Unicamp
 
Identidade, Música e Arquitetura
dia 20 – 13h – apresentações nos patrimônios campineiros
dia 22 – Roteiro musical pelos patrimônios 

Solistas da OSU 
dia 23 – 19h – Cordas – Casa do Lago
 
JULHO
Sopros e Big Band do IA
dia 6 – (a confirmar)
dia 7 – 19h – Casa do Lago
 
AGOSTO
Homenagem aos músicos do Instituto de Artes da Unicamp
dia 10 – 20h – Teatro Castro Mendes (a confirmar)
dia 11 – 19h – FCM (Unicamp)
 
SETEMBRO
Ópera ‘‘Elixir do Amor’’
dias  8,9,10,11 – 20h – Teatro Municipal de
Paulínia (a confirmar)
 
Descobertas: Ópera Multi-modal
dias 28, 29 – 20h – Teatro Municipal de
Paulínia (a confirmar)
 
OUTUBRO
dia 13 – 19h – Competição OSU/IA para Jovens Músicos – Casa do Lago
 
Novos sons para trompete virtuoso
dia 26 – 20h – (a confirmar)
dia 27 – 19h – FCM (Unicamp)
 
NOVEMBRO
La Battaglia e duelos instrumentais
dia 9 – 20h – (a confirmar)
dia 10 – 19h – FCM (Unicamp)
 
Concerto de Encerramento:
Lirismo e religiosidade na obra vocal de Mozart
OSU, Coro Contemporâneo de Campinas e Collegium Vocale Campinas
dia 30 – 20h – Teatro Castro Mendes (a confirmar)
 
DEZEMBRO
dia 1 – 19h – FCM (Unicamp)
dia 4 – 18h – Sesc (Santos)

Previous post

Zika e microcefalia vão crescer no Sudeste, alerta Ministério da Saúde

Next post

Ligações de telefones fixos para celulares estão mais baratas

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *