Home»Campinas»Boldrini lança Programa de Diagnóstico Precoce do Câncer da Criança e do Adolescente

Boldrini lança Programa de Diagnóstico Precoce do Câncer da Criança e do Adolescente

0
Shares
Pinterest Google+

Iniciativa marca o Dia Mundial de Combate ao Câncer e ocorre junto às Unidades Básicas de Saúde (UBS) da região de Campinas

201222154338

O Centro Infantil Boldrini inicia o Programa do Diagnóstico Precoce do Câncer da Criança e do Adolescente, junto às Unidades Básicas de Saúde (UBS) da região de Campinas. Pelo terceiro ano consecutivo, o Boldrini recebe graduandos de diferentes áreas da Saúde (Medicina, Biomedicina, Biologia, Veterinária, Farmácia, Enfermagem, Psicologia e outras) para o Curso de Oncologia Pediátrica (PEOp), realizado em tempo integral, durante os dois meses de férias da faculdade.

Segundo a doutora Silvia Brandalise, presidente do Boldrini, o objetivo desse “curso de extensão é proporcionar ao graduando uma formação crítica dos procedimentos diagnósticos rotineiramente utilizados, como Anatomia Patológica, Imagem, Biologia Molecular, Epidemiologia, Citologia, Engenharia Genética e Farmácia Hospitalar. Os candidatos são selecionados pela análise dos currículos e interesse em pesquisa”.

Os alunos oriundos de faculdades diversas faculdades acompanham as discussões clínicas com os diferentes profissionais do Boldrini, ocasião onde aprendem que os atrasos nos diagnósticos têm forte impacto negativo nas chances de cura dos pacientes. Preocupados com o assunto, propuseram contribuir com a participação de cada um junto aos profissionais lotados nas UBS”.

“Será feito um diagnóstico atual do tempo médio do atraso entre os primeiros sintomas apresentados pela criança e o diagnóstico dos diferentes tipos de câncer pediátrico. Análise comparativa será monitorada anualmente, objetivando-se comprovar o esperado declínio desses tempos médios. Os alunos do PEOp entendem que esta será uma efetiva retribuição deles à sociedade”.

O projeto junto a algumas UBS começa nesse mês de fevereiro, em comemoração ao Dia Mundial de Combate ao Câncer (4/2). A atuação dos alunos se manterá mesmo após o retorno ao período letivo das faculdades em curso. Recursos para a compra de uma van para transporte dos alunos às UBS e a impressão de 5.000 folders deverão ser oriundos da Corrida Mais Vida, coordenada pela empresa 3M.

Segundo a oncologista Silvia Brandalise, o Programa de Diagnóstico Precoce do Câncer da Criança e do Adolescente será desenvolvido num primeiro momento por graduandos de diferentes áreas da Saúde, atualmente em estágio no Boldrini, devendo ser progressivamente ampliado por outros alunos oriundos das faculdades participantes do PEOp. A ideia é levar informações e materiais educativos para apresentar e discutir com os profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS) da região de Campinas, com acompanhamento sequencial nos meses subsequentes.”

O material educativo elaborado pela Sociedade Internacional de Oncologia Pediátrica (SIOP), pela União Internacional do Câncer da Criança (UICC) e pela Associação Internacional de Pais e Amigos de Crianças com Câncer (ICCCPO) aborda de maneira sucinta e objetiva quando suspeitar do câncer da criança, já com versão traduzida e impressa pelo Boldrini em 2015.

Planejado para ser executado durante todo o ano de 2016 e de 2017, o programa avaliará em cada UBS o tempo de atraso no diagnóstico do câncer da criança, auxiliando com o fornecimento das informações publicadas por sociedades científicas internacionais sobre os principais sintomas relatados durante o atendimento ao paciente, os possíveis diagnósticos diferenciais, e como interagir diretamente com os Centros de Referência, como o Boldrini, explica a oncologista Silvia Brandalise.

[box type=”shadow” ]

Centro Infantil Boldrini

Maior hospital da América Latina no atendimento a portadores de doenças onco-hematológicas da criança e do adolescente, localizado em Campinas (SP), o Centro Boldrini atualmente atende cerca de 10 mil pacientes, a maioria (80%) pelo Sistema Único de Saúde (SUS), vindos de várias cidades brasileiras e alguns de países da América Latina. Um dos centros mais avançados do país, o Boldrini reúne alta tecnologia em diagnóstico e tratamento clínico especializado, com índice de cura de 70% a 80% em alguns tipos de câncer − comparáveis ao Primeiro Mundo, disponibilidade de leitos e atendimento humanitário às crianças portadoras dessas doenças.

www.boldrini.org.br

[/box]

Previous post

Cantareira volta a subir e fecha mês com 45,4% da capacidade

Next post

Americana desperdiça 8,6 toneladas de recicláveis diariamente

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *