Home»Distritos Campineiros»Mostra “Ingredientes do Brasil” fica em cartaz até o final de abril

Mostra “Ingredientes do Brasil” fica em cartaz até o final de abril

0
Shares
Pinterest Google+
Farinha é um dos ingredientes fotografados - Foto: Divulgação
Farinha é um dos ingredientes fotografados – Foto: Divulgação

A mostra “Ingredientes do Brasil”, da fotógrafa Zaida Siqueira, em cartaz no Centro de Cultura Caipira e Arte Popular, em Joaquim Egídio, foi prorrogada até o dia 30 de abril. A exposição traz um panorama da produção artesanal de alimentos em várias regiões do país. O trabalho complementa o “Cozinhas do Brasil”, projeto de livro e exposição realizado em 2007, cujo olhar era voltado para os hábitos e elementos do cotidiano doméstico brasileiro.

Segundo Zaida, o fator que a levou a ampliar o projeto anterior (“Cozinhas do Brasil”) foi a ignorância das pessoas em relação aos ingredientes presentes mesmo em comidas muito populares. “Nos centros urbanos, quase não se sabe que pão de queijo é feito a partir de mandioca, que é o ingrediente do polvilho, ou que maisena e fubá são feitos de milho”.
 
A exposição traz 120 imagens e 20 objetos. Foram retratadas procedimentos sequenciais para a produção de farinhas, óleos, sal, açúcar, café, chocolate, condimentos e corantes, e também féculas de milho, de mandioca, de batata, de araruta, óleo de coco, de dendê, de buriti e de pequi. 
 
A fotógrafa construiu um mosaico fotográfico de plantas nativas do Brasil, encontradas em canteiros, como a ora-pro-nóbis, beldroega, bredo, taioba, dente de leão, serralha, vinagreira, e plantas de grande valor alimentar. “Os nossos valiosos matos, ricos em nutrientes, são infelizmente pouco valorizados”, explica a artista.
 
As fotos foram realizadas em todas as regiões do país, como Tocantins, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Paraná, Amazônia e a região do Nordeste. Os óleos expostos podem ser provados pelos visitantes e os objetos, como cestos, gamelas e vidros, contendo farinhas, castanhas e condimentos, podem ser tocados. Há ferramentas como o tipiti, cilindro feito a partir de um trançado de palha, usado em tribos indígenas para espremer a mandioca ou milho ralados.
 
As edificações destinadas à produção de alimentos, como as casas de farinha, casas de óleo e de queijo, também foram incluídas na pesquisa e aparecem em grandes imagens panorâmicas.
 
A produção de ingredientes no Brasil aparece na exposição como elemento de autonomia das comunidades, celebração e conhecimento.
 

Zaida Siqueira
Há 15 anos, a jornalista e fotógrafa Zaida Siqueira busca registros do cotidiano, estabelecendo pontes entre o ancestral e o contemporâneo. Sua obra resulta de ampla pesquisa das tradições e suas atuais aplicações na vida do homem, no ambiente rural e urbano, resgatando e valorizando esses conhecimentos. 
 
Desenvolveu pesquisas em diversos estados brasileiros, também em comunidades indígenas. Em 2000, participou de projeto voltado para geração de renda e valorização da tecelagem tradicional nas aldeias Kaxinawa em Tarauacá, Acre. No Tocantins, fez registro e catalogação do grafismo e desenvolvimento das vestimentas gráficas nas aldeias Kraho. 
 
Iniciou, em 2004, a formação de bancos de imagens e de dados, captando e organizando fotos sobre produções com qualidade ecológica no Brasil, registrando também hábitos e rituais nos ambientes domésticos. Para o Museu da Culinária Baiana, reuniu imagens de referência para a contextualização do equipamento instalado em Salvador e publicou Cozinhas, Alimentos e Ritos, trabalho que gerou a exposição, em 2007, no Instituto Tomie Ohtake, Cozinhas do Brasil. No mesmo ano, no Piauí, atuou no Centro de Referência da Renda de Bilro, na captação de imagens no Morro das Marianas, Piauí.
 
No Peru, pesquisou e fotografou a alimentação, os ambientes domésticos e a produção da Maca, um superalimento conhecido mundialmente. Em Colônia, Alemanha, participou da publicação de livro sobre a MACA e os superalimentos.
 
Em 2011, publicou livro de fotografias “Padrões” e fez a exposição de mesmo nome, resultado de pesquisa das formas universais, a partir de estudos sobre a geometria sagrada.
 
SERVIÇO: 
Exposição: “Ingredientes do Brasil”
Período: até 30 de abril de 2016
Local: Centro de Cultura Caipira / Museu da Cidade 
End.: Av. Heitor Penteado com Rua José Ignácio, 14, Joaquim Egídio, Campinas (ao lado da subprefeitura de Joaquim Egídio) Tel.: 19 3231-3387
 
Ficha técnica
Realização: Museu da Cidade através do Centro de Cultura Caipira (Joaquim Egídio)
Faixa etária: Livre
Horário de Funcionamento em Janeiro: sábados e domingos, das 10h às 17h.
Previous post

Brasil tem mais de 3.500 casos suspeitos de microcefalia associada ao vírus Zika

Next post

Vinhedo: Procuradoria acusa prefeito e mais 19 por cartel da merenda escolar

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *