Home»Cultura»Sinfônica de Campinas e Stupel apresentam Tesouros Musicais do Holocausto

Sinfônica de Campinas e Stupel apresentam Tesouros Musicais do Holocausto

0
Shares
Pinterest Google+
 Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas | Foto: Antônio Oliveira
Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas | Foto: Antônio Oliveira

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas apresenta o concerto “Tesouros Musicais do Holocausto” nesta sexta-feira, 13 de novembro, às 21h, no Teatro Anne Frank (A Hebraica), em São Paulo. A regência será do maestro Ilya Stupel, titular da Lemberg Philharmonic Orquestra, da Ucrânia.

A apresentação terá obras de compositores judeus, que escreveram quando estavam em campos de concentração. Eles demonstraram, como a tônica do espetáculo traz, que o corpo pode ser aprisionado, mas o espírito viverá sempre em liberdade.

Mais de 2,5 mil obras de autoria desses compositores foram descobertas por meio de pesquisas internacionais e uma seleção será apresentada no Teatro Anne Frank. O regente será o consagrado maestro Ilya Stupel, titular da Lemberg Philharmonic Orquestra. Esta Orquestra já foi regida por grandes nomes, como Mahler e Bartók.

Esta apresentação única do espetáculo da Brasil Produções em parceria com a Unesco conta com o apoio da Embaixada de Israel, Yad Vashem, CONIB, Lviv Philharmonic Orchestra, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas e da Hebraica. Depois prosseguirá em turnê internacional por Londres, Berlim, Barcelona, Paris, Sidney e Nova York.

Ilya Stupel

Ilya Stupel é natural da Lituânia, compositor e regente do teatro Malmo de ópera. Já se apresentou em diversos países. Foi diretor musical e regente titular da orquestra Arthur Rubenstein Lód´z Philharmonic Orchestra, com a qual gravou vários CDs aclamados por crítica e público. Em 2013, tornou-se regente titular e diretor artístico da Orquestra Filarmônica de Lviv (Ucrânia), e também do Festival Internacional de Verão de Torup, na Suécia.

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas foi a primeira instituição do gênero a surgir em uma cidade brasileira fora de capital de Estado. Documentos de 1929 vieram à tona em outubro de 2014 e comprovam que a Sinfônica de Campinas foi criada, formalmente, em 6 de outubro daquele ano, como Associação Symphonica Campineira. Esses dados comprovam que a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas é uma das mais antigas do País em atividade, se não a mais antiga. Atualmente o regente titular é Victor Hugo Toro.

“Tesouros Musicais do Holocausto”

Data: 13 de novembro, sexta-feira

Horário: 21h

Ingressos: a partir de R$ 140,00.

Meia entrada para estudantes, sócios e Terceira Idade e Sócio.

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Clube Hebraica

Endereço: Rua Hungria, 1000, São Paulo e pelo site:
https://www.ingressorapido.com.br/compras/

 

Previous post

Em SP, Cantareira sobe e Guarapiranga bate expectativa de chuvas

Next post

Folia de Reis será tema da Roda de Prosa Caipira deste sábado, dia 14

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *