Home»Geral»Nível de água recua em represas que abastecem SP

Nível de água recua em represas que abastecem SP

0
Shares
Pinterest Google+
Barragem da represa do rio Atibainha, em Nazaré Paulista - Foto: Renato César Pereira
Barragem da represa do rio Atibainha, em Nazaré Paulista – Foto: Renato César Pereira

O nível de água recuou em todas as represas que abastecem a cidade de São Paulo e sua Região Metropolitana. As informações são da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Depois de ter permanecido por dois dias consecutivos estável, o nível de água armazenada no Sistema Cantareira recuou 0,1 ponto porcentual na passagem de ontem (11) para esta segunda-feira, de 16,5% para 16,4%. O Sistema Cantareira é o principal manancial de abastecimento de água da capital e da região metropolitana, com capacidade para atender 5,2 milhões de pessoas.

O indicador leva em conta as duas cotas de volume morto do manancial como se fossem parte do volume útil do sistema. O índice negativo do Cantareira, que passou a ser informado após decisão judicial, permaneceu estável em -12,8% nesta segunda-feira, 12. O mesmo ocorreu com o terceiro indicador, que se manteve hoje em -12,7%.

A pluviometria armazenada na região do manancial do Cantareira neste mês é 41,7 mm, montante que corresponde a 32,5% das chuvas previstas para o mês de outubro. A média histórica mensal é de 128,5 mm.

No sistema Guarapiranga, que atualmente abastece 5,8 milhões de pessoa, o nível dos reservatórios recuou 0,3 ponto porcentual de 77,7% ontem para 77,4% nesta segunda-feira.

O nível do Alto Tietê também recuou, com o volume de água armazenado tendo passado de 15,1% ontem para 15% hoje. O volume de água represada no sistema Rio Claro teve queda de 0,3 ponto, passando para 56,4% para 56,1% de sua capacidade. O sistemas Alto Cotia recuou 0,1 ponto porcentual, de 60,1% para 60% e o Sistema Rio Grande baixou 0,2 ponto porcentual, de 86,5% no domingo para 86,3% hoje.

Agência Estado

Previous post

Cresce a criminalidade em municípios da RMC

Next post

Liminar do STF suspende rito de tramitação de processos de impeachment

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *