Home»RMC»Com chuva abaixo do previsto, vazão e nível do rio Piracicaba seguem baixos

Com chuva abaixo do previsto, vazão e nível do rio Piracicaba seguem baixos

0
Shares
Pinterest Google+
Com chuva abaixo do previsto, vazão e nível do rio Piracicaba seguem baixos - Foto: M. Germano/JP
Com chuva abaixo do previsto, vazão e nível do rio Piracicaba seguem baixos – Foto: M. Germano/JP

O volume de chuva registrado em Piracicaba desde 1º de julho ficou em 30% do previsto e não foi suficiente para aumentar o nível e vazão do rio Piracicaba. Dessa forma, pedras e bancos de areia ainda podem ser observados em vários trechos do rio.

A frente fria perdeu força, mas ainda há previsão de chuva para os próximos dias. Desde quarta-feira, dia 1º, choveu 7,5 milímetros em Piracicaba, de acordo com a sala de situação do Comitê PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí).

Os principais centros de pesquisa meteorológica indicavam, na terça-feira, dia 30, acumulados que variavam de 25 a 70 milímetros. Segunda-feira (06/07), até 18h, não houve registro de chuva. No começo da noite, a vazão do rio estava em 24,7 m³/s — um metro cúbico equivale a 1.000 litros por segundo — e o nível em 1,08 metro.

Às 7h, porém, o nível estava em 1,06 metro ou um centímetro apenas acima do verificado no mesmo dia do ano passado. Em relação à média do mês, de 1,52 metro, o nível estava 30,3% abaixo.

Já a vazão do rio às 7h era de 23,8 m³/s, volume 64% abaixo da média para julho, que é de 66,4 m³/s. No mesmo dia e horário de 2014, a vazão era de 22,8 m³/s.

Para a professora de ecologia da Unimep, Sílvia Gobbo, a crise hídrica é mais grave neste ano em relação ao ano passado. Ela lamenta que, apesar disso, pouco se tem falado do problema.

“Se você observar, no dia 6 do ano passado o Sistema Cantareira (que determina as vazões para as bacias PCJ) ainda operava com 20% da capacidade. Hoje (segunda-feira) o sistema opera com 9,6% negativo. Nós estamos no volume morto e com muito tempo de seca pela frente”, disse.

Ela alertou que o fenômeno ‘El Niño’ — aquecimento das águas do Oceano Pacífico que interferem no clima — torna a situação ainda mais grave por ser imprevisível. “Pode chover muito e pode não chover”, afirmou.

A professora entende também que muitas famílias podem não ter mais condições de reduzir o consumo. “Muita gente já reduziu o que tinha que reduzir”, explicou.

PREVISÃO — O Ceptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos) do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Especiais) indica tempo parcialmente nublado nesta terça (07) em Piracicaba. A probabilidade de chuva é de 87% e a temperatura vai variar de 16º C a 21º C.

De acordo com a sala de situação do PCJ, a previsão de chuva para as bacias PCJ está mantida até o dia 10. Até lá, o volume pluviométrico previsto varia de 10 a 75 milímetros.

Jornal de Piracicaba

Previous post

Poupança tem maior retirada de recursos da história para o primeiro semestre

Next post

Unicamp paga 168 salários acima do teto

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *