Home»RMC»Fábrica de medicamentos investirá R$ 739 mi em Valinhos

Fábrica de medicamentos investirá R$ 739 mi em Valinhos

0
Shares
Pinterest Google+
Prefeito de Valinhos, Clayton Machado (PSDB), durante anúncio da instalação da fábrica
Prefeito de Valinhos, Clayton Machado (PSDB), durante anúncio da instalação da fábrica

A fábrica da Bionovis, joint-venture formada pelas farmacêuticas Aché, EMS, Hypermarcas e União Química, será implantada em Valinhos. A planta produzirá medicamentos biológicos de alta complexidade, voltados principalmente para o tratamento de doenças autoimunes, diversos tipos de câncer, doenças inflamatórias intestinais e doenças neurodegenerativas.

O anúncio foi feito na tarde ontem, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). O investimento é de R$ 739 milhões. O prefeito de Valinhos, Clayton Machado (PSDB), participou do anúncio.
Também está prevista a construção de uma central de distribuição de medicamentos, sendo que a maior parte deles será vendida para o SUS (Sistema Único de Saúde). A escolha de Valinhos foi intermediada pela Investe SP, que auxiliou a empresa na busca pelo local de instalação, consultando 20 cidades.
A expectativa é que a fábrica esteja pronta no final de 2016 e comece a operar no ano seguinte, com cerca de 150 funcionários. Serão produzidos cerca de 180 mil unidades de medicamentos por mês.
“A cidade de Valinhos tem todas as condições necessárias para a implantação da Bionovis. Sobretudo um imóvel pronto para a instalação imediata das unidades de administração, produção, almoxarifado e laboratórios de controle e garantia de qualidade”, comentou o presidente da Bionovis, Odnir Finotti.
No evento, Alckmin assinou um decreto que desonera empresas do setor de biotecnologia farmacêutica na aquisição de máquinas e equipamentos destinados ao ativo imobilizado de suas plantas, por meio da suspensão do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) na importação de bens.
Com informações do Jornal Todo Dia
Previous post

Estudo do IBGE mostra integração entre municípios brasileiros

Next post

Brasil desperdiçou 37% da água na rede de distribuição em 2013

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *