Home»Cultura»Pontos de Cultura paulistas se reúnem em Campinas para debater a estadualização Lei Cultura Viva

Pontos de Cultura paulistas se reúnem em Campinas para debater a estadualização Lei Cultura Viva

0
Shares
Pinterest Google+
Ponto de Cultura Ilu Oba de Min em cortejo
Ponto de Cultura Ilu Oba de Min em cortejo

Em fase de regulamentação, a Política Nacional de Cultura Viva mobiliza redes de Pontos de Cultura pelo Brasil. Em Campinas (SP), nos dias 27, 28 de fevereiro e 01 de março  acontece o Encontro de Planejamento do Encontro de Pontos de Cultura de São Paulo”. A estadualização e a municipalização da Lei Cultura Viva são as  principais pautas em questão. Além disso, a mobilização e a rearticulação dos pontos também são propostas das atividades que acontecerão na Câmara Municipal de Campinas e na Casa de Cultura Fazenda Roseira. Cerca de 15 representantes dos Fóruns Regionais e de 40 Pontos de Cultura estarão presentes.

O debate sobre a Política Federal, Estadual e Municipal de Cultura Viva marcará o primeiro dia do Encontro, que contará com convidados como a deputada estadual Leci Brandão, autora da Lei Cultura Viva do estado de São Paulo; Carlos Neder, presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) e representante da Secretaria de Cultura de SP; Gustavo Petta, autor da Lei Cultura Viva Municipal de Campinas; e Alexandre Santini, da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura.

A importância de fortalecer políticas públicas voltadas para a mídia livre e os veículos de mídia independente como forma de fomentar as narrativas no próprio âmbito da cultura, rearticular e mobilizar redes são outros objetivos do Encontro, realizado de forma colaborativa pelo Ponto de Cultura NINA, Casa de Cultura fazenda Roseira e o Fórum Permanente dos Pontos de Cultura do Estado.

“A expectativa desta reunião é o planejamento de ações conjuntas entre os movimentos sociais e as diversas instâncias poder público, para o fomento da Política Nacional de Cultura Viva. Os princípios de gestão compartilhada regem o Cultura Viva desde a sua criação”, afirma Marcelo das Histórias, do Ponto de Cultura NINA, um dos organizadores do Encontro.

Programação Cultural

Um cortejo de tambores, teatro de mamulengos, rodas de Jongo, apresentação da banda Choque Vermelho e performance dos Ponto de Cultura envolvidos fazem parte da programação. Além disso, haverá a estréia do programa de WebTV “Batida de Ponto”  com o tema Casa de Cultura Fazenda Roseira – Ancestralidade e Resistência”.

Casa de Cultura Fazenda Roseira

A Casa de Cultura Fazenda Roseira foi escolhida pelos Pontos de Cultura para inaugurar o programa devido a sua grande relevância tanto para rede dos pontos quanto  para cultura negra do país. Há sete anos a Casa se encontra em uma situação de extrema vulnerabilidade e  falta de segurança.

“Acredito que processos de união como este, trocas de saberes e conhecimentos, fortalecem a nossa rede de Pontos de Cultura para além das políticas públicas. Elas são fundamentais para a continuidade e fortalecimento do Programa Cultura Viva em sua diversidade e complexidade nesse país tão grande de riqueza cultura. Efetivamente são pontos que iluminam as mais puras e plenas sementes de transformação identitária desse nosso povo brasileiro, que através de tambores, chocalhos, cores, palcos, luzes, câmeras e muita ação resistem, insistem e acreditam, que juntos poderemos fazer um Brasil melhor” afirma Alessandra Ribeiro do Ponto de Cultura Jongo Dito Ribeiro e gestora da Casa de Cultura Fazenda Roseira.

Serviço:

O que: Encontro de Planejamento do Fórum Permanente dos Pontos de Cultura SP

Onde: Campinas, São Paulo

Quando: 27, 28 de fevereiro e 01 de março.

Local: Câmara Municipal de Campinas, Casa de Cultura Roseira e Casa de Cultura Tainã.

Previous post

Peça “O Casamento do Pequeno Burguês” será apresentada neste sábado

Next post

Praesent egestas orci nulla at convallis tortor elementum

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *