Home»Poder»Dilma recebe presidentes da Câmara e do Senado no Palácio do Planalto

Dilma recebe presidentes da Câmara e do Senado no Palácio do Planalto

0
Shares
Pinterest Google+
A Presidenta Dilma Rousseff, durante encontro com o Vice-Presidente Michel Temer, Ministro da Casa Civil Aloizio Mercadante, o Presidente do Senado Federal Renan Calheiros e o Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, no Palácio do Planalto - Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
A Presidenta Dilma Rousseff, durante encontro com o Vice-Presidente Michel Temer, Ministro da Casa Civil Aloizio Mercadante, o Presidente do Senado Federal Renan Calheiros e o Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, no Palácio do Planalto – Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Em encontro de pouco mais de uma hora na tarde de hoje (5), a presidenta Dilma Rousseff recebeu os presidentes recém-eleitos da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A conversa teve a participação do vice-presidente da República, Michel Temer. Foi a primeira reunião de Eduardo Cunha com Dilma Rousseff após sua eleição para presidente da Câmara, no último domingo (1º). Nenhum deles, no entanto, conversou com a imprensa, antes ou depois da audiência.

Cunha, Calheiros e Temer chegaram ao Palácio do Planalto às 16h. Nenhum dos três conversou com os jornalistas na entrada. Apenas Temer se manifestou à chegada, dizendo que os presidentes poderiam falar depois. Essa possibilidade, no entanto, não se confirmou. Na agenda oficial de Dilma constava apenas uma reunião com Michel Temer. A presença dos presidentes do Congresso Nacional só foi confirmada pela assessoria do Planalto no início da tarde.

Na saída, por volta das 17h30, eles deixaram o local pela garagem, sem dar declarações. Havia a expectativa de que no Congresso eles pudessem falar sobre o encontro. Cunha, no entanto, seguiu direto para a Base Aérea de Brasília, de onde embarcou para o Rio do Janeiro. De acordo com a assessoria da presidenta Dilma, ela foi embora meia hora depois, em direção ao Palácio da Alvorada, residência oficial da chefe do Executivo.

Eduardo Cunha derrotou, em primeiro turno, o candidato do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP), no último domingo, na disputa pelo comando da Câmara. No dia seguinte, ele recebeu telefonema de Dilma, que o cumprimentou pela vitória. Segundo o deputado, a presidenta foi “gentil” e demonstrou disponibilidade para conversar.

Agência Brasil

Previous post

Barão Gerado terá esquenta dos blocos de Carnaval neste sábado

Next post

Estudantes relatam abusos sexuais para a CPI dos Trotes

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *