Home»Geral»Alckmin quer ajuda de Kassab para incluir integração de represas no PAC

Alckmin quer ajuda de Kassab para incluir integração de represas no PAC

0
Shares
Pinterest Google+
Governador Geraldo Alckmin recebe o ministro Gilberto Kassab - Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA
Governador Geraldo Alckmin recebe o ministro Gilberto Kassab – Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse há pouco, após reunião com Gilberto Kassab, que pediu ao novo ministro das Cidades a inclusão no Programa de Aceleração do Crescimento da obra de interligação das represas do Jaguari, na bacia do Paraíba do Sul, com Atibainha, no Cantareira. A adequação do projeto ao PAC diminuiria o prazo para a execução da obra.

“Eu pedi ao ministro Kassab, mas depende também do Ministério do Planejamento, o enquadramento (do projeto de integração) no PAC. Porque feito o enquadramento, nós podemos imediatamente lançar o edital. O projeto executivo já está pronto”, explicou o governador em coletiva. O projeto é um dos oito apoiados pelo Ministério das Cidades na área de Saneamento em São Paulo. Também foram pauta da reunião projetos em parceria com o governo federal nas áreas de habitação e mobilidade.

Assumindo a pasta em um ano de corte de orçamento no governo federal, o novo ministro das Cidades não deu detalhes de como o ajuste fiscal do governo afetará as obras no Estado de São Paulo. Kassab disse que é a presidente Dilma quem vai decidir o impacto dos cortes nos projetos apoiados pela pasta. “Ela saberá, diante de cortes que possam ocorrer, definir as prioridades. Eu posso afirmar que as prioridades são no campo social e os investimentos que acontecem no Estado de São Paulo são importantes no campo social. Saneamento, mobilidade e habitação, junto com saúde e educação”, disse Kassab.

Durante a coletiva, tanto Alckmin como Kassab ressaltaram que o encontro foi uma oportunidade de colocar em contato as equipes técnicas do governo e do Ministério para garantir a continuidade dos projetos no Estado.

A reunião a portas fechadas teve a participação de assessores do Ministérios que ainda não foram nomeados pela presidente Dilma. O futuro secretário-executivo do Ministério, Elton Santa Fé, e os secretários Miguel Bucalem e Paulo Ferreira já trabalham mesmo antes da publicação no Diário Oficial. Representante do PT nas Cidades, a secretária de Habitação, Inês Magalhães, também participou do encontro. Pelo lado do governo de São Paulo, participaram secretários e o antigo titular do Planejamento estadual Júlio Semeghini.

Kassab se encontra na tarde de hoje com o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. São Paulo é a primeira parada no giro que o ministro das Cidades pretende fazer por todas as capitais brasileiras. Após se reunir com Kassab, Alckmin embarcou para Brasília onde tem um encontro com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e com os outros três governadores do Sudeste. Na pauta, ações de integração e de inteligência na área da segurança pública.

Com informações da Agência Estado

Previous post

Secretário e comandantes definem primeiro escalão das polícias

Next post

Poupança fecha 2014 com menor captação desde 2011

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *