Home»Distritos Campineiros»Furtos e roubos tira sossego de moradores de loteamento fechado em Sousas

Furtos e roubos tira sossego de moradores de loteamento fechado em Sousas

0
Shares
Pinterest Google+
Moradores usam cones para controlar acesso às ruas do Parque Jatibaia, que registra onda de criminalidade
Moradores usam cones para controlar acesso às ruas do Parque Jatibaia, que registra onda de criminalidade – Foto: Paulo Planta

Uma onda de furtos e roubos em residências está preocupando moradores do loteamento fechado Parque Jatibaia, no distrito de Sousas, em Campinas. De julho até e o início dezembro, foram registrados pelo menos 14 arrombamentos e quatro assaltos. Os ladrões geralmente chegam a pé, armados, e invadem as casas após render um integrante da família. Já no interior da residência, eles amarram as vítimas e fogem com os carros, onde colocam as mercadorias roubadas.

A sequência de furtos e roubos está mudando a rotina de moradores, que criaram um grupo para debater o assunto e sugerir providência para a associação de moradores do bairro. Sem cancelas na portaria, o loteamento recorreu ao uso de cones, como alternativa de parar os carros e identificar moradores e visitantes. Seguranças que atuam dentro do loteamento também passaram a ser requisitados para fazer acompanhamentos de moradores da portaria até as residências.

A presidente da Associação de Moradores do Parque Jatibaia, Maria Regina C. R. Dias, diz que a entidade tenta autorização para a colocação de cancelas na portaria. Ela diz que um pedido foi protocolado na Setec (Serviços Técnicos Gerais) e que aguarda uma resposta. A presidente do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) de Sousas e Joaquim Egídio, Debora Andrade Palermo, afirma que o aumento da criminalidade no distrito vem sendo debatido nas reuniões do conselho. Ela diz que vai encaminhar pedidos à PM (Polícia Militar) para intensificar as blitze nos distritos, com a presença de uma delegacia móvel. Debora também manteve contato com o novo delegado de Sousas, Alvaro Santucci Noventa Júnior. Segundo ela, o delegado se comprometeu a fazer um levantamento da situação da criminalidade no distrito, para apresentar da próxima reunião do Conseg, em janeiro.

Santucci está iniciando uma campanha para mudar os hábitos os moradores do distrito. Com a chegada do delegado, três homens acusados de roubar casas foram presos no início do mês e um adolescente foi apreendido (leia texto nesta página). O delegado, que assumiu o 12º DP (Distrito Policial) há cerca de dois meses, disse ter percebido que os moradores e turistas adotam comportamentos de risco. Ele diz que presenciou por vária vezes motoristas deixando carros abertos na frente de supermercados, padarias e outros estabelecimentos comerciais. Em bares e restaurantes, segundo ele, é comum os usuários deixarem suas bolsas em cadeiras e mesas, mesmo não estando no local. “A polícia está trabalhando e vai se empenhar para prender os bandidos, mas a população também precisa fazer a parte dela, diz o delegado”.

Presos

A Polícia prendeu, no início deste mês, três homens acusados de roubos contra casas em Sousas e apreendeu um adolescente. Segundo o delegado Santutti, a quadrilha usava violência para intimidar as vítimas. Segundo o policial, os três homens foram reconhecidos por testemunhas. Outros dois integrantes da quadrilha são procurados.

Previous post

São Paulo ganha novos espaços cênicos

Next post

Brasil tem mais de 202 milhões de habitantes, diz IBGE

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *