Home»Campinas»Ciclistas colocam prefeito Jonas Donizette contra a parede

Ciclistas colocam prefeito Jonas Donizette contra a parede

0
Shares
Pinterest Google+
Ciclovia em Barão Geraldo
Ciclovia em Barão Geraldo

Ciclistas de Campinas cobram do prefeito Jonas Donizette (PSB) a entrega de ciclovias. Durante campanha, ele prometeu construir 100 quilômetros de vias exclusivas para bicicletas, mas, dois anos após tomar posse, nada foi feito.

O analista de telecomunicações Luís Carlos Rosa, presidente do Campinas Bike Clube, diz que não tem mais esperanças de que algum trecho de ciclovia seja entregue este ano. Ele acusa a prefeitura de privilegiar os carros em detrimento de outras formas de transporte. Rosa diz que em janeiro os grupos de ciclistas pretendem iniciar protestos, se a administração não apresentar garantias de que vai cumprir as promessas feitas. Ele avalia como descaso a forma como a prefeitura está tratando o assunto. “A verba para ciclovia no Orçamento de 2015 é de R$ 1 mil”, critica. “E ainda teve tentativa de emendas ao projeto, que foram vetadas”, completa.

Glauco Azevedo, engenheiro civil e integrante do Movimento PróCiclovias Campinas, diz que o prefeito pedalou com os ciclistas durante a campanha e fez as promessas. A situação, agora, segundo ele, é bem diferente. Ciclistas tinham uma reunião marcada com o secretário de Transportes e presidente da Emdec, José Carlos Barreiro, para o último dia 10. Ela foi cancelada e transferida para o próximo ano, sem data definida. “Não bateram uma enxada para construir ciclovias”, reclama.

O comerciante Cesar Cury, que não pertence a um grupo específico de ciclistas, mas que milita na causa das bicicletas, diz que esperava a construção de 25 quilômetros de ciclovias por ano de governo. Com dois anos da administração Jonas e nenhum trecho entregue, ele diz que é uma situação decepcionante. Cury, no entanto, afirma que os cicloativistas não vão recuar em suas reivindicações. Ele é integrante do Orçamento Participativo, Conselho Municipal da Cidade de Campinas (Concidade) e do Conselho Municipal de Transportes, onde atua como representante dos movimentos que defendem mais espaço e respeito com os ciclistas.

A Secretaria de Transportes da Prefeitura de Campinas informou que está fazendo um balanço do Plano Cicloviário, para fazer um cronograma de como ficará o setor em 2015.

Previous post

Carnaval de Joaquim Egídio gera polêmica

Next post

Biblioteca pública do Rio conquista selo ambiental

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *