Home»Campinas»Prefeitura vai orientar sobre o uso correto dos contêineres

Prefeitura vai orientar sobre o uso correto dos contêineres

0
Shares
Pinterest Google+

_DSC0633A Prefeitura de Campinas vai intensificar as orientações sobre o uso correto dos contêineres da coleta mecanizada de lixo, em fase de instalação na cidade. Depois da orientação, se necessário, a administração pretende multar os infratores.

Muitos usuários insistem em colocar lixo no chão ou nas antigas lixeiras. Outros jogam até entulhos nos novos recipientes. De acordo com o diretor do DLU (Departamento de Limpeza Urbana), Alexandre Gonçalves, a prefeitura vai intensificar as orientações para que a população faça o descarte correto do lixo, identificando os pontos mais problemáticos. Depois dessa orientação, a administração vai recorrer às multas, medida defendida pela Renova Ambiental, empresa responsável pela coleta. Ainda não há data definida para a adoção e os valores das penalizações.

Funcionários da Renova, segundo Eduardo Camargo, gerente de operações, já estão percorrendo as regiões onde a coleta mecanizada foi iniciada para identificar os “gargalos”. Segundo ele, a prefeitura será informada e, em conjunto com a empresa, tomará medidas para solucionar o problema.

_DSC0627

Conseg

O presidente do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) Centro, Fileto Albulquerque, um dos críticos do novo sistema, é contra a aplicação de sanções aos usuários. “A administração criou o problema e agora querem jogar a responsabilidade no cidadão”, acusa.  Ele argumenta que foi constatado que o sistema não funciona e lembra que existe uma ação popular, que tem apoio do Conseg, contestando na Justiça o novo sistema de coleta, que “está pior do que antes”.

_DSC0624

Cambuí

Iniciada no mês de agosto no bairro Cambuí e parte da região central de Campinas, a coleta mecanizada de lixo ainda não conseguiu emplacar. Além dos problemas detectados no início, como ocupação de vaga de estacionamento pelos contêineres e resistência da população em usar os recipientes, o sistema enfrenta novos problemas.

Em vários pontos, os usuários estão deixando as lixeiras abertas, “para facilitar o trabalho de quem vem depois”. Nesses casos, com a entrada de água da chuva, o mau cheiro já incomoda os usuários. Alexandre Gonçalves, diretor do DLU (Departamento de Limpeza Urbana), informou que funcionários da prefeitura vão percorrer esses locais para orientar a população.

Outro problema é que em alguns locais, as lixeiras não estão dando conta da demanda. É comum ver contêineres cheios. De acordo Camargo, gerente da Renova, os usuários que identificarem esses problemas podem pedir para a prefeitura, através do serviço telefônico 156, que faça a destinação de mais recipientes. Segundo ele, funcionários da empresa também começaram a percorrer os pontos onde o novo sistema está sendo implantado para identificar intervenções necessárias.

Previous post

Campinas tem regulamentada lei sobre potencial construtivo de bens tombados

Next post

Carteira de Habilitação terá novo modelo a partir de julho de 2015

2 Comments

  1. René Oliveira
    dezembro 11, 2014 at 1:00 am — Responder

    A Prefeitura de Campinas acordou?

    Já comprometeu o dinheiro com uma proposta fadada ao fracasso e agora acordou?

    Jonas Donizette e sua assessoria não quer ouvir antes de gastar?

    Agora o problema está aí…

    Aprendam com Toronto, ON Canadá.

    Façam a LIÇÃO DE CASA antes de comprometer o erário!

    Agora é fazer de conta que ouve o cidadão… mas minha sugestão é NÃO AUMENTEM O IPTU!
    Nào quero por mais dinheiro na mão de incompetentes!

  2. RABUGENTO
    dezembro 13, 2014 at 11:43 am — Responder

    Alguns cidadãos e contribuintes ainda não perceberam que agora a coleta do lixo acontece só 3 vezes por semana.

    Isso a Prefeitura de Campinas também não avisou.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *