Home»Saúde»IBGE: 46% dos brasileiros não fazem atividade física suficiente

IBGE: 46% dos brasileiros não fazem atividade física suficiente

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

physical_activity

Quarenta e seis em cada 100 brasileiros não fazem atividade física suficiente no lazer, no deslocamento ou no trabalho, segundo informações divulgadas hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em sua Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). O IBGE considerou na pesquisa que, para ser suficiente, é preciso praticar uma atividade física por pelo menos 150 minutos por semana.

Ainda segundo a pesquisa do IBGE, o percentual de pessoas que praticam atividades físicas no lazer vai diminuindo de acordo com a faixa etária. De 18 a 24 anos, a proporção é de 35,3%. Essas taxas vão caindo para 25,5% (de 25 a 39 anos), 18,3% (de 40 a 59 anos) e 13,6% (de 60 anos ou mais).

“Sabemos que o sedentarismo está associado a uma série de doenças e precisa ser encarado como um problema de saúde pública. Por isso é fundamental o desenvolvimento de atividades físicas desde a idade escolar. É um desafio de vida para cada brasileiro e brasileira. Lidar com a dinâmica de práticas físicas diárias e saudáveis requer uma cultura. Isso vem melhorando, mas, à medida em que a gente vai envelhecendo, fica o desafio de ampliar a capacidade de desenvolver atividades físicas diárias”, disse o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

A pesquisa também mostrou que 28,9% dos brasileiros assistem a televisão pelo menos por três horas todos os dias. “Cada pessoa pode encontrar uma atividade física que seja mais adequada à sua idade, ao seu gosto. É possível fazer isso. Caminhar mais, descer mais as escadas e ficar menos tempo em frente à televisão porque isso faz muito bem à saúde”, recomendou o ministro.

Agência Brasil

 

Post Anterior

Carteira de Habilitação terá novo modelo a partir de julho de 2015

Próximo Post

Grupo Musical Ungambikkula realiza pocket show na livraria Cultura neste sábado, 13

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *