Home»Distritos Campineiros»Zona Azul chega a Barão Geraldo, Sousas e Nova Aparecida em 2015

Zona Azul chega a Barão Geraldo, Sousas e Nova Aparecida em 2015

0
Shares
Pinterest Google+

Edital para a exploração dos estabelecimentos na rua planeja expansão para três distritos

Àrea central do distrito de Barão Geraldo onde a Emdec pretende instalar a Zona Azul
Área central do distrito de Barão Geraldo onde a Emdec pretende instalar a Zona Azul

A Prefeitura de Campinas vai terceirizar a Zona Azul e planeja aumentar o número de vagas de 1.902 para 9.620, além de instalar parquímetros. O edital para a contratação da empresa que deve implantar mais 7.718 vagas foi divulgado ontem no DOM (Diário Oficial do Município).

Hoje o sistema de estacionamento rotativo funciona no Centro e no Guanabara. A expansão prevê a instalação das novas vagas nos distritos de Barão Geraldo, Sousas e Nova Aparecida. A Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento) já fez um estudo que indica as potenciais vagas, mas diz que não necessariamente todas serão implementadas. Para parar na Zona Azul, o motorista paga R$ 3,20, e o valor de permanência varia de acordo com o local.
A Emdec afirma que o sistema no modelo atual foi implantado em 1995, e não houve crescimento significativo na oferta de vagas. Enquanto isso, a frota de veículos cresceu 134% entre 1995 e 2013, diz a Emdec.
A empresa divulgou que as interessadas devem apresentar um modelo eletrônico de cobrança a fim de modernizar o sistema – hoje, os tíquetes são comprados em comércios.
A justificativa para a contratação de uma empresa terceirizada é a falta de recursos públicos para investimentos.
O mestre em trânsito e professor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) Creso Peixoto afirma que a ampliação das vagas é necessária para acompanhar o crescimento da frota. “Acontece que se não existe a regularização pode ser que as vagas sejam usadas por quem trabalha na região e não dá fluidez para pessoas que desejam fazer visitar pontuais nas áreas”, afirmou.
Peixoto defende que a ampliação seja feita por etapas.
Emdec pretende instalar a Zona Azul no distrito de Sousas
Emdec pretende instalar a Zona Azul no distrito de Sousas
 
POLÊMICA
Na região do distrito de Nova Aparecida, a criação da Zona Azul divide opiniões. O vendedor Valdemar Tenorio, 67, acredita que a medida irá organizar o trânsito na região. “Quase nunca tem onde parar para quem vai fazer pouca coisa no centrinho, quem sabe com Zona Azul”.
O segurança Sérgio Gomes, 32, acredita que a imposição do pagamento vai lesar que tem pouco poder aquisitivo. “Veja bem, se colocarem Zona Azul em frente do Posto Anchieta, a população vai ter que pagar para ver se tem médico, o que quase nunca tem. Não sei onde vão instalar, como vão instalar, mas no final quem sai lesado é usuário.”
No distrito de Sousas, o assunto também é polêmico. A comerciante Rita Chimbida, que tem uma relojoaria no Centro de Sousas, é contra. “Os clientes terão mais um gasto e podem preferir ir a um shopping, por exemplo.”
O comerciante João Leme Neto está preocupado com o tempo de parada rápida. “Se parar dois minutos, vai ter que pagar ou correr risco de levar multa.”
Região da Vila Padre Anchieta onde a Emdec quer instalar a Zona Azul
Região da Vila Padre Anchieta onde a Emdec quer instalar a Zona Azul

Você pode consultar o processo licitatório na página da Emdec: Zona Azul

 

Previous post

Com 62,5% da chuva esperada para o mês, Cantareira tem queda

Next post

CGU organiza I Seminário de Construção do Plano de Segurança da Unicamp

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *