Home»Cultura»Orquestra Sinfônica de Campinas faz mais dois concertos da temporada oficial 2014

Orquestra Sinfônica de Campinas faz mais dois concertos da temporada oficial 2014

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Apresentações no sábado (5), às 20h, e domingo (6), às 11h, terão regência de Elena Herrera, com participação de Clarissa Severo de Barboa na percussão

6° concerto da Orquestra Sinfônica de Campinas

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas apresenta o sexto concerto da Temporada Oficial 2014 neste fim de semana, dias 5 e 6 de julho, no Teatro Municipal José de Castro Mendes.
As apresentações contam com a participação especial da professora e coordenadora do departamento de percussão no Conservatório de Le Mans (Paris) e mestre em percussão na East Carolina University, Clarissa Severo de Barboa (foto), e regência de Elena Herrera, diretora geral da Ópera de Cuba e membro da Academia de Artes e Música do Brasil.
Ao todo, serão apresentadas quatro composições de Joaquin Turina, Rodrigo Morte, Ney Rosauro e Jean Sibelius. O programa abre com a obra de Turina, “La Procesión del Rocio”, que está estruturada em duas partes. A primeira, Triana em festa, é bastante animada e descreve a chegada da multidão que se reúne para acompanhar a procissão. A segunda parte é La Procesión e apresenta um solo de flauta e percussão. O elemento religioso é representado por um expressivo coral que se inicia pelos violoncelos e é tomado por toda a orquestra, incluindo sinos no clímax da procissão. Os trompetes apresentam uma marcha de celebração até que a procissão se afasta. Mas a festa recomeça dando conclusão à peça.
Neste programa será apresentada ainda “Variações sobre um Acalanto”, do compositor Rodrigo Morte, diretor da Sinfônica de Campinas, no qual traz variações inspiradas em ritmos brasileiros, ora vibrante e intenso, ora tranquilo e sereno.
Já o compositor Ney Rosauro utiliza elementos do folclore brasileiro como base das composições, de acordo com a historiadora Lenita Nogueira. A peça recebeu alguns arranjos, entre eles um para conjunto de sopros realizado por Rodrigo Morte, acompanhado do próprio compositor com destaque para o nordeste brasileiro. O primeiro movimento representa a luta constante do povo das regiões secas do nordeste brasileiro. O segundo é baseado na canção folclórica brasileira Tutú Marambá e descreve uma criança que adormece. O movimento final, inspirado pela observação do sol emoldurado pelas formações de pedra do Arpoador no Rio de Janeiro, descreve uma revoada de gaivotas.
Por último, a composição do finlandês Sibelius, conforme a historiadora, não se restringe à música nacionalista, embora seja baseada em lendas e mitos de seu país e que tanto se destacou em algumas de suas obras. Esta sinfonia foi um sucesso imediato quando estreou na Finlândia, em 1902. Apesar disso, demorou algum tempo para que se tornasse a mais popular de suas sinfonias fora da Escandinávia, à parte de discussões sobre ser ou não uma obra em que enaltece o nacionalismo.

Serviço:

Concertos – Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas
Local: Teatro Municipal José de Castro Mendes. Praça Corrêa de Lemos, s/n, Vila Industrial. (19) 3272-9359
Data: 5 e 6 de julho
Horários: sábado, 20h; domingo, 11h
Valores: R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos), R$ 8,30 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 4,10 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino)

Post Anterior

Benefício de antidiabéticos em idosos 'não compensa desvantagem', diz estudo

Próximo Post

Museu de Arte Contemporânea de Campinas apresenta exposição do acervo

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *